Imagem e semelhança


“Façamos então o homem à nossa imagem e semelhança. Deus criou o homem à sua imagem, criou-o à imagem de Deus, criou o homem e a mulher. Antes que no seio fosse formado eu já te conhecia, antes do teu nascimento eu já te havia consagrado.” (Gen 1, 26a-27; Jer 1, 5)

De todos os artistas que existem e de todas as suas obras-primas, não há nenhum que se possa gloriar de ter feito algo parecido com o homem. Nós somos a obra mais bela de Deus, podemos nos considerar sim a obra-prima da criação, a obra pela qual valeu a pena a entrega na cruz. Nós valemos a pena pra Deus!

Por mais que os artistas consigam expressar aquilo que eles sentem em sua obras, e creio, jamais conseguirão expressar com perfeição seu sentimento, porque a obra é passível de interpretação, mesmo assim eles colocam aquilo que sentem na sua criação, mas somente Deus vai além, muito além, colocando aquilo que Ele sentia na cruz, criando assim o maior poema de amor que existe, mas indo mais profundo, na criação do homem não colocando apenas o que sentia, mas colocando aquilo que Ele é. Isso foi a criação a imagem e semelhança! Fomos criados a partir do que Deus é: Amor!  Por amor e pelo amor de Deus fomos criados, por desobediência caímos, e pelo mesmo amor, fomos salvos!

O senhor na infinidade de seu Ser nos cria únicos e a ciência prova isso. Basta analisar nossas digitais, nosso DNA, somos únicos, não há outro igual a nós, nossa voz, nosso jeito, nosso sorriso, nosso coração é único, e é impossível de ser copiado, porque fomos criados por Deus, a imagem e semelhança do perfeito, por isso Jesus nos chama a ser perfeitos como Ele! (Mat 5, 48)

No momento do ato conjugal de nossos pais, a ciência ensina que foram liberados entre 200 e 600 milhões de espermatozóides pelo seu pai em direção ao óvulo de sua mãe. Dentre todos esses, você foi aquele que Deus escolheu, aquele que era conhecido desde antes do ventre, aquele que tinha sido planejado e sonhado pelo Pai celeste, você é um sonho de Deus! Precisamos tomar posse a cada dia dessa verdade, somos um sonho de Deus realizado! Nossos pais não nos quiseram, por mais que eles tenham querido um filho, não puderam escolher, por mais que tenham planejado, não puderam decidir de qual sexo seria, qual a cor do olhos, como seria o cabelo, como seria o sorriso, a voz, o jeito de andar, nada! Mas Deus sim, Ele estava sonhando você, antes de sermos fecundados no ventre de nossa mãe, fomos gestados no coração de Deus! E essa gestação envolveu projetos, espera, Deus ficou ansioso pelo momento de te dar a vida! É impossível então admitir o aborto, um assassinato de um filho sonhado de Deus, porque antes de respirar nesse mundo, ou de se nutrir na barriga da mãe, já estávamos sendo amados e cuidados no coração do Pai eterno!

Quando estiver triste, quando tiver brigado com seus pais, até mesmo ter ouvido barbaridades deles, como: “Eu não pedi pra você nascer!”; “Eu não queria ter tido você!”; “Você foi um descuido de sua mãe!”; não se revolte contra eles, a negação do seu pai ou de sua mãe, é mais uma vez Deus afirmando a escolha que Ele teve por você, antes de tudo, precisamos reconhecer isso, foi Deus quem nos escolheu! Quando você reclamar diante do espelho pelo seu cabelo, seus olhos e sua cor, seu corpo, magro ou gordo, lembre-se, Deus criou você com cuidado, a imagem e semelhança d’Ele, se o nosso Deus é lindo, e lindo demais, como nós, sua imagem podemos ser feios? Você é lindo (a), e não há ninguém igual a você! Faça experiência de acordar todas as manhãs tomando posse disso, da beleza que Deus fez existir através de você! Cada um de nós é uma parte da beleza de Deus manifestada pro mundo, não deixa o mundo rotular aquilo que foi feito pela realidade do céu! Você é do Céu!

Por isso a palavra nos manda glorificar a Deus no nosso corpo (ICor 6, 20), porque Deus elevou nossa condição, mesmo depois de decaída pelo pecado, pela morte na cruz, Jesus restaura nossa condição de filhos, e manda sobre nós o Espírito Santo, e Deus vai além na comunhão conosco, depois da falar face a face com os patriarcas, de andar no meio do povo, lado a lado, de estar fisicamente próximo pela encarnação de seu Filho, Ele habita dentro de nós, faz de nosso corpo templo do seu Espírito (I Cor 6, 19), Jesus dá seu próprio corpo e sangue para nos alimentar! Que Deus maravilhoso!

Tão pertinho de nós, Deus quer nos amar, quer viver em nós, nos dar uma vida cheia de sentido! Não quer que seus jovens profetas estejam pelo mundo perdidos, seguindo a moda e os consumismos! Não quer ver seus filhos marcados pelo pecado, mas sim marcados com o Espírito de glória, o Espírito de Jesus! O Pai não se cansa de nos procurar de estar conosco, aceitemos seu convite, aceitemos ser de Cristo, como diz o Santo padre Bento XVI: “Não temam! Abram, abram de par em par as portas a Cristo!!! Quem deixa Cristo entrar não perde nada, nada – absolutamente nada – do que faz a vida livre, bela e grande. Não! Só com essa amizade abrem-se as portas da vida. Só com essa amizade abrem-se realmente as grandes potencialidades da condição humana. Só com esta amizade experimentamos o que é belo e o que nos liberta... não tenham medo de Cristo! Ele não tira nada e dá tudo. Quem se dá a Ele, recebe cem por um. Sim, abram, abram de par em par as portas a Cristo e encontrarão a verdadeira vida.”*

Jovem, deixe Jesus ser a vida em você, nossa vida está em Cristo (Col 3, 3), só Ele é o caminho que verdadeiramente conduz a vida (Jo 14, 6), Ele é o pleno sentido, e morreu por nós, pra restaurar nossa imagem e semelhança com o Pai, pra nos levar de volta a Ele!

Diga agora: "Sim Pai, eu quero ser um reflexo do seu amor, gastei todas minhas forças para pedir ao mundo por um carinho, atenção, reconhecimento e poder que só em Ti posso encontrar. O mundo só me oferece solidão, vazios, becos de angústias, pessoas que não amam a minha essência. Senhor vem agora e me abraça, me pegue em teu colo, meus pés cansados já não agüentam mais. Me enche do teu Espírito Santo e inflama em mim o fogo que me fará levantar e exalar o perfume do seu amor. Quero estar no colo de Maria e sentir a calmaria de seu olhar materno sobre mim. Minha Mãe e Meu Pai, me segurem em teus braços e me façam flutuar nas graças do amor. Tira do meu peito essa ferida que abri com os pecados que cometi e que a cada dia sangram e rasgam a minha alma e por quantas vezes manchei outros corações com esse sangue do pecado. Senhor, no seu colo quero descansar e ao amanhecer verei um novo dia e assim um novo coração pulsará mais forte em meu peito! Nesse dia direi: ‘o Senhor me libertou! Tenho em meu coração a marca registrada de Jesus! Eu me rendi ao seu amor!’"

*Bento XVI, homilia no solene início do ministério petrino do bispo de Roma, 24 de abril de 2005.

Carlos Maximiliano e Valéria Santiago

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

0 Response to "Imagem e semelhança"

Postar um comentário