Santificados pela verdade

“Eles não são do mundo, como também eu não sou do mundo. Santifica-os pela verdade. A tua palavra é a verdade. Como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo. Santifico-me por eles para que também eles sejam santificados pela verdade.” (Jô 17, 16-19) 

 Jesus no envia ao mundo e deixa claro que nem Ele nem seu Reino são desse mundo. Assim também aquele que Ele envia não é desse mundo, pelo batismo fazemos parte do corpo de Cristo que é a igreja, e recebemos o selo do céu, com a missão de anunciar o Reino do alto. O mundo é nossa área de missão. Devemos entender mais uma vez a diferença entre ‘ser’ e ‘estar’, estamos no mundo, mas não seguimos suas tendências e não estamos mais presos em seus cárceres, nós ‘somos’ do céu! Muitas pessoas tem a visão de mundo como um lugar bom de se viver, alguns encaram o mundo como um lugar transitório, um estágio, sim, deve ser assim, esse mundo irá passar, os Cristãos devem enxergar não só como um lugar de se viver, mas sim como um lugar a ser transformado pela palavra de Deus!

O Espírito de Deus dá testemunho ao nosso espírito da verdade. Porque o Espírito é a verdade. (I Jô 5, 6) Jesus não veio resgatar o mundo, e sim aqueles que estão no mundo, porque estes são do Pai. (Jô 17, 9) Essa é a grande verdade que o Espírito testemunha em nós, que somos filhos de Deus, somos livres e recebemos um Espírito de adoção. (Rom 8, 15) Por isso Jesus de junto do Pai intercede por nós para que tenhamos permanentemente a efusão do Espírito santo, (CIC 667) para nos lembrar que somos filhos e somos cidadãos do céu.

Como diz a oração eucarística: “Enquanto vivendo a esperança, aguardamos a vinda do Cristo Salvador”. O Cristão vive a esperança, porque sabe, que preparado pra nós existem coisas que o nosso coração nunca imaginou, (I Cor 9) sabemos que somos separados, pra isso, devemos viver como tal. Quem viaja pra um outro país, onde se fala uma língua diferente, os costumes são diferentes, ele precisará viver de acordo com aqueles costumes, por exemplo, na Europa se dirige do lado contrário do Brasil, logo o brasileiro precisa mudar seu jeito de dirigir, se não, não conseguirá fazer isso lá. Não posso viver em outro país falando normalmente a minha língua, nesse caso não serei entendido. Assim aquele que quer ir morar no céu precisa viver de acordo com a vida de um cidadão do céu, falar a língua do céu, andar de acordo com as normas do céu.

A igreja clama por nova evangelização, e evangelizar é anunciar a verdade. Pois somente a verdade santifica, somente a verdade liberta. Tendo-se encerrado o tempo profético, inicia-se o tempo do testemunho. O Povo de Deus viveu a espera da realização das promessas, mas hoje vivemos o tempo do cumprimento delas, vivemos a cultura de pentecostes, precisamos então, a exemplo dos apóstolos, ser testemunhas da ressurreição. Testemunhar a ressurreição de Jesus através da minha vida. A nossa imagem e semelhança manchada pelo pecado é restituída pela cruz e fortalecida pelo pentecostes. Somos imagens de Cristo, somos continuadores de sua missão. Fomos enviados pra isso (Jô 17, 18), precisamos com a nossa vida mostrar que o evangelho vale a pena, que ser de Deus vale a pena. Quando olhamos para um irmão que sofre, pelos olhos do Espírito podemos ver nas dores do irmão as dores de Cristo, na fome do irmão vemos o Cristo que passa fome, no pecado e nos vícios dos irmãos vemos o Cristo que morre na cruz. Mas de onde eles tirarão esperança se quando eles olharem para nós não verem a imagem do Cristo Ressuscitado? Essa é nossa missão, mostrar com nossa vida o testemunho de Cristo.

Não basta falar da verdade, é preciso vivê-la. Dizer a verdade em todo o tempo e em todo o lugar é reflexo de coragem e ousadia. Viver a verdade em todo o tempo e todo o lugar é reflexo de Cristo no cristão. A nova evangelização tão pedida pela igreja vai se dar através da vivência da verdade, na radicalidade que lhe é própria. O grande mau que nos perturba hoje chama-se relativismo religioso. Jamais os cristãos ou a igreja poderão acompanhar as tendências do mundo. Dizem que a doutrina da igreja é arcaica, antiquada, quando na verdade ela é bíblica, e tem autoridade dada por Jesus. Se aceitar o pecado é ser moderno, vejo que a igreja católica vai continuar antiquada, e sem bater a poeira. O cristão é reflexo da palavra de Deus no dia-a-dia, quando olhamos para o cristão devemos ver a palavra de Deus, traduzida em gestos e atitudes, essa é a postura do batizado.

O grito da palavra de Deus pede que caminhemos pelo Espírito, aqueles que obedecem as moções do Espírito da verdade já estão no caminho da salvação. (CIC 851) Todos somos chamados ao conhecimento da verdade, isso é desejo de Deus (I Tim 2, 4), a nossa salvação é desejo de Deus.

Quem que está na caminhada, e numa situação onde envolve por exemplo bebida, quem nunca ouviu de amigos e/ou parentes: “Você num pode beber porque você é da igreja.”? Ou então quando marcam uma balada e dizem a mesma coisa? Louve a Deus por isso, porque se dizem isso é porque reconhecem que você é separado, que você não é maria-vai-com-as-outras! Sempre vão questionar você de muitas coisas. Vão dizer que você é louco, que não ganha nada sendo cristão, que sua vida continua dando tudo errado, você continua devendo, dando errado no trabalho! Uma hora vão te perguntar: “Porque você faz tudo isso?” A resposta é somente uma: “Já não sou eu que vivo, mas é Cristo que vive em mim!”

Carlos Maximiliano
Vila Velha - ES
Grupo de Oração Poder de Deus

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

0 Response to "Santificados pela verdade"

Postar um comentário